COMISSÃO ESPECIAL

Ações para ampliar segurança no Anel Rodoviário serão tema de audiência

Procuradoria da República em Minas Gerais é solicitada a tomar providências quanto aos radares da via, que se encontram desligados

sexta-feira, 24 Novembro, 2017 - 19:30
Reunião da Comissão Especial de Estudos do Anel Rodoviário
Foto: Abraão Bruck/CMBH

As ações da Prefeitura para a mudança no tráfego de caminhões do Anel Rodoviário Celso Mello Azevedo, bem como as demais medidas emergenciais a serem adotadas em relação à via serão discutidas em audiência pública da Comissão Especial de Estudos do Anel Rodoviário, no dia 1º de dezembro, às 10 horas, no plenário Helvécio Arantes. A decisão foi tomada nesta sexta-feira (24/11), quando os parlamentares também aprovaram o envio de uma indicação à Procuradoria da República em Minas Gerais para que sejam tomadas providências relativas aos radares localizados ao longo do Anel em Belo Horizonte.

De acordo com o vereador Irlan Melo (PR), que solicitou a realização a audiência pública, em 2017, já houve mais de mil acidentes no Anel Rodoviário, sendo 756 com algum tipo de prejuízo e 27 mortes. O parlamentar salienta que as sugestões apresentadas pela Câmara a respeito do tema estão sendo consideradas, especialmente, a implantação de uma área de escape na via, bem como a restrição ao tráfego de caminhões em horários específicos.

Também serão solicitados esclarecimentos à concessionária Via 040 sobre a possibilidade de ela deixar de administrar a BR 040.

O vereador Carlos Henrique (PMN) destacou que as propostas apresentadas à Prefeitura pela Comissão Especial de Estudos para ampliar a segurança no Anel Rodoviário são viáveis e tem baixo custo. Já o vereador Wagner Messias Preto (DEM) sugeriu que automóveis trafeguem pelo Anel Rodoviário em horários distintos dos caminhões, de modo a ampliar a segurança na via.

Indicação

A Comissão Especial aprovou o envio de indicação ao Procurador da República em Minas Gerais, Álvaro Ricardo Souza Cruz, solicitando providências junto ao Dnit e à Via 040 quanto aos radares localizado ao longo do Anel Rodoviário de Belo Horizonte, que se encontram desligados. De acordo com a indicação, os órgãos responsáveis pela gestão dos radares - DNIT e Via 040 –, não se pronunciam e não se comprometem a resolver a questão, que é relevante para a segurança de quem trafega na região. A indicação é de autoria dos vereadores Wagner Messias Preto, Carlos Henrique, Irlan Melo e Wesley Autoescola (PSH).

Flickr photos from the album by

6 out of 6 on Flickr

Superintendência de Comunicação Institucional