Ponto de Acolhimento e Orientação à Mulher em Situação de Violência

Versão para impressãoVersão para impressão

O Ponto de Acolhimento e Orientação à Mulher em Situação de Violência, instalado no Núcleo de Cidadania, é uma parceria entre a Câmara Municipal de Belo Horizonte, o Governo do Estado e a Polícia Civil do Estado de Minas Gerais.

A unidade atende até 20 mulheres por dia e oferece os seguintes serviços:

  • Registro de ocorrência (Registro de Eventos de Defesa Social - REDS), podendo a vítima desde já solicitar as medidas protetivas de urgência previstas em lei;
  • Recebimento de orientação jurídica, principalmente no que diz respeito às atividades de repressão e punições.
  • Acolhimento social à mulher vítima de violência e, quando necessário, encaminhamento a outras instâncias da rede de atendimento como delegacias de polícia, casas de abrigo, Defensoria Pública, Promotoria da Mulher e centros de atendimento psicológico;
  • Solicitação de investigações para apuração de fatos que envolvam violência doméstica/familiar contra a mulher e acompanhamento do andamento das denúncias feitas por meio da unidade.

FUNCIONAMENTO NA PANDEMIA

Dias e horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira

Das 8h às 17h 

Localização:
Acesso pela Portaria 3 (estacionamento) da Câmara Municipal de BH.
Avenida Churchill, Bairro Santa Efigênia, próxima ao Hospital Mário Pena. Como chegar (mapa).

Dúvidas, sugestões, reclamações:

Telefone: 3555-1394
E-mail: cooass@cmbh.mg.gov.br