SEMINÁRIO

Câmara de BH receberá especialistas para debater políticas públicas para o autismo

As inscrições para o Seminário “Compreenda o Meu Olhar” são gratuitas e podem ser feitas pelo formulário online disponível aqui

segunda-feira, 22 Abril, 2019 - 17:00
Foto: Freepik

Ainda pouco assimilado pela população em geral, o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) é um distúrbio neurológico bastante caracterizado pela dificuldade de interação social. De maneira geral, as pessoas autistas apresentam limitações para a comunicação verbal e não verbal e um comportamento restrito e repetitivo bem característico, que dificultam sua autonomia. Diante disso, há cerca de cinco anos, o Decreto Municipal 15.519/2014 regulamentou o reconhecimento da pessoa com autismo como pessoa com deficiência, garantindo a ela o acesso aos direitos previstos pela legislação. Denunciando, no entanto, a insuficiência das políticas públicas e a não implementação do decreto na capital, a Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor realiza o Seminário “Autismo: Compreenda o Meu Olhar – Desafios e Políticas Públicas”, no próximo dia 30 de abril, das 13h às 17h, no Plenário Amynthas de Barros. As inscrições são gratuitas e abertas a todos os interessados, disponíveis na página do evento.

Autor do requerimento para o seminário, o vereador Irlan Melo (PR) explica que o dia 2 de abril é reconhecido mundialmente como o dia da conscientização sobre o autismo. Portanto, durante todo o mês, diversas entidades educacionais, associações, pessoas com autismo e seus familiares, além de diferentes profissionais ligados à área, realizam encontros e atividades para entender e debater mais sobre os muitos aspectos que envolvem o tema, em especial, as políticas de assistência e inclusão das pessoas autistas na sociedade, na educação e no mercado de trabalho.

Nessa perspectiva, o seminário receberá a psicóloga, mestre e doutora em Psicologia do Desenvolvimento (ASA TEA MG), Aline Abreu, para ministrar a palestra "O cérebro autista". Em seguida, a psicóloga, sócia-diretora da Dia a Dia Educação Especializada, Renata Brasil Velloso, vai discutir “A educação de adultos com deficiência intelectual e com o transtorno do espectro autista”. O evento deve contar ainda com depoimentos de representantes da Associação Nacional para Ação por Direitos das pessoas Autistas (Abraça) e amplo debate sobre as políticas públicas municipais para a pessoa autista. Para isso, foram convidados a psiquiatra e psicanalista, Maria Helena Roscoe, que integra a Comissão das Associações de Defesa dos Direitos dos Autistas de BH (Cadda-BH) e gestores públicos municipais ligados às Secretarias de Educação, de Saúde, de Assistência Social, de Cultura e de Esporte e Lazer.

Mostras de fotografia e desenho

Durante a semana de realização do seminário, a Câmara de BH exibirá duas mostras de fotografia e desenho, que buscam revelar o modo de ver de pessoas neurodiversas. As exposições “Pelo meu olhar” e “Sob meu olhar” estarão montadas no hall do restaurante, entre os dias 29 de abril e 2 maio, com visitação gratuita e aberta a todos os interessados.

A mostra fotográfica “Pelo meu olhar” reúne fotografias de Jonathan Viana, retratando a diversidade a partir das expressões faciais e corporais dos educandos da Dia a Dia Educação Especializada, que é uma empresa de prestação de serviços voltados à autonomia de jovens e adultos com deficiência intelectual e transtorno do espectro autista.

Já a mostra “Sob meu olhar” reúne desenhos de artistas autistas de todo o Brasil, na perspectiva de contribuir para a circulação dessa arte e tornar o mundo mais inclusivo. A curadoria é assinada por Meiry Geraldo, da Galeria Aut, espaço criado para a divulgação e exposição da expressividade das pessoas com autismo.

Superintendência de Comunicação Institucional