VISITA TÉCNICA

GT “BH sem Morador de Rua” quer avançar nos estudos e vai conhecer projeto

Comissão visitará Canto da Rua Emergencial, na Serraria Souza Pinto, que acolhe população de rua e oferece alimento, banho e trabalho

sexta-feira, 20 Agosto, 2021 - 16:15
Barraca de lona improvisada, carrinho de supermercado, colchão e caixotes de madeira servem como abrigo para morador de rua
Foto: Adão de Souza/PBH

O GT “BH sem Morador de Rua” é um recente grupo de trabalho criado pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário para debater soluções possíveis para o crescente número de pessoas em situação de rua na capital. Para subsidiar os estudos do GT, os vereadores vão realizar visita técnica, na próxima segunda-feira (23/8), às 10h, ao Projeto Canto da Rua Emergencial, instalado na Serraria Souza Pinto (região central). De iniciativa da Pastoral de Rua da Arquidiocese de BH e parceiros, o projeto foi criado em junho de 2020 e atende em média 800 pessoas em situação de rua, todos os dias, oferecendo lanche, água e lugar para tomar banho e lavar roupas. O Canto da Rua Emergencial também identifica e promove iniciativas e alternativas de geração de trabalho e renda. A visita foi solicitada pelo vereador Braulio Lara (Novo), que integra o GT.

O ponto de encontro para a visita será na entrada principal da Serraria Souza Pinto, que está no baixio do Viaduto Santa Tereza (Avenida Assis Chateaubriand, 889, Centro). A atividade deve contar com a presença de representantes do projeto, que vão acompanhar os parlamentares e apresentar o local.

O vereador Braulio Lara explica que a proposta da visita é conhecer a estrutura do Canto da Rua Emergencial, as práticas aplicadas e os profissionais envolvidos, bem como os processos executados e os resultados alcançados. A visita vai ajudar a capacitar o colegiado a contribuir de forma eficaz com o estudo do GT "BH sem Morador de Rua", e cujo objetivo é desenvolver análises e propor sugestões para atendimento social, reinserção de pessoas no mercado de trabalho e revitalização de centralidades e bairros degradados.

Canto da Rua Emergencial

Desde junho de 2020, o Canto da Rua Emergencial apoia e oferece atendimento em diversos serviços para pessoas em situação de rua na capital mineira. O projeto, que atende em média cerca de 800 pessoas diariamente, oferece lanche, água, lugar para tomar banho e lavar roupas, também  identifica e promove iniciativas e alternativas de geração de trabalho e renda, com vistas à superação da situação de rua. O programa é desenvolvido em três eixos: grupos de economia solidária, coletivos solidários de empreendedores individuais e encaminhamento para o trabalho formal.

Superintendência de Comunicação Institucional