SISTEMA VIÁRIO

Visita ao Parque das Jabuticabeiras verificou falta de manutenção e sinalização

Localizado no Bairro Coração Eucarístico (Região Noroeste), o parque é usado para prática de caminhadas, corridas e meditação

quinta-feira, 13 Junho, 2019 - 19:45
Fachada e placa do Parque das Jabuticabeiras. Vereador e visitantes embaixo do portal, entre os portões de entrada
Foto: Sidney Lopes/ CMBH

Na manhã desta quinta-feira (13/6), a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário, a pedido do vereador Jair Di Gregório (PP), realizou visita técnica ao Parque das Jabuticabeiras, para vistoriar a ciclovia e as condições de manutenção da área. Localizado às margens da Avenida Juscelino Kubitschek, no Bairro Coração Eucarístico (região Noroeste de Belo Horizonte), o parque tem sido muito usado pela comunidade local para a prática de caminhadas, corridas e meditação. A área é cercada por telas de proteção e possui pista de skate, corrida, motocross, aparelhos de musculação e aeróbicos. No entanto, foram vistos vários problemas na manutenção, como telas de proteção danificadas, registro de água quebrado e bebedouro fora de funcionamento, britas no lugar de grama junto aos brinquedos de criança, ausência de sinalização para travessia de pedestres no entorno do parque e de defensas metálicas ao redor dele, assim como iluminação precária.

Em visita anterior ao mesmo local, feita pelo vereador em setembro de 2017, teriam sido identificados problemas similares e, conforme conta o parlamentar, foram feitos vários pedidos a diversos órgãos, como a realização de capina e a colocação de mais um portão, defensas metálicas e sinais de pedestre. Entretanto, Jair Di Gregório informou que nenhuma das demandas foi atendida pela Prefeitura. Coordenador Regional Noroeste, Saulo Queiroz explicou que “essa área é uma compensação ambiental da Codemge/Expominas. Eles deveriam dar manutenção". No entanto, a Prefeitura estaria atuando ali a contento. "Dessa última vez fomos nós que viemos fazer a limpeza. A gente vem e colabora, mas a responsabilidade é da compensação ambiental”, destacou o gestor.

Reclamações dos usuários

Alguns usuários presentes na visita fizeram reclamações sobre a manutenção da área. Para Vicente Braz Filho, “aqui é fundamental para nós. O mato estava alto, nós ligamos várias vezes”, afirmou. “De uns tempos para cá a manutenção ficou muito precária. Muita gente vem no final do dia, à noite; a iluminação está muito ruim. Outra coisa que atinge a todos: a gente não pode parar aqui, vira e mexe os carros são multados. Eu já fui multada aqui. Vêm crianças, idosos com andadores, como vão parar do lado de lá pra atravessar?”, reclamou a usuária Elizabeth Barcelos, solicitando mudanças na sinalização viária do entorno.

Entretanto, para o gerente da BHTrans nas regionais Barreiro e Oeste, Anderson Leal, o parque está “muito bem cuidado”. Ele informou que o estudo de colocação de semáforos para pedestres está em análise pela BHTrans. O gestor afirmou que o órgão reforçará a sinalização no entorno do parque, permitindo o estacionamento, e incluirá as defensas metálicas no projeto. Leal não soube precisar a data nem os recursos.

Sobre os encaminhamentos da vistoria, o vereador e vice-presidente da comissão, Jair Di Gregório explicou: “o primeiro ponto é que vou chamar meus colegas para assinar uma CPI comigo para investigar o meio ambiente e o programa Adote o Verde, da época do Márcio Lacerda para cá. É obrigação da Expominas cuidar disso aqui, e (os responsáveis) não estão fazendo”. Ele também afirmou ter encaminhamentos para a BHTrans, sendo que alguns projetos já estão em andamento. Também falou em cobrar a instalação das proteções de metal: “os carros vêm em alta velocidade e, quando batem, vêm dentro do parque, através da tela, e podem matar uma pessoa. Estamos pedindo à BHtrans mais segurança nos pontos críticos”. Ele citou, ainda, a questão de placas de estacionamento permitido, pretendendo mandar um ofício para a Guarda Civil Municipal. E concluiu: “vou para o Ministério Público contra a Expominas, não estou vendo nenhuma manutenção aqui”.

Superintendência de Comunicação Institucional

Visita técnica para analisar a implantação de ciclovia no Parque das Jabuticabeiras Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário