TRANSPORTE E SISTEMA VIÁRIO

Comissão pede explicações sobre redução de ônibus na Estação São Gabriel

Ofício será encaminhado para a BHTrans e o Sindicato das Empresas de Ônibus que, segundo vereadores, não substituiria veículos incendiados

quinta-feira, 17 Setembro, 2020 - 14:30
Foto: Willian Delfino/CMBH

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário pediu, em reunião realizada nesta quinta-feira (17/9), à Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) e ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setra-BH) explicações sobre os motivos que levaram à “supressão de horários de ônibus nas linhas alimentadoras da Estação São Gabriel”, localizada na Região Nordeste da Capital. À BHTrans foram ainda solicitadas quais as medidas punitivas que serão ou foram aplicadas às empresas de ônibus que praticaram a redução. Segundo o pedido, há relatos de que a redução está ocorrendo desde o último dia 14 de setembro.

Conforme afirmaram os parlamentares da Comissão, ocorre em BH uma situação criminosa com ônibus sendo incendiados, o que traz prejuízo para as empresas, mas principalmente para os usuários. “Lamentamos os prejuízos causados às empresas, mas elas têm que atender seus clientes”, que são os usuários do transporte coletivo da cidade. Ainda segundo os vereadores, a atuação dos criminosos pode ser enquadrada como “terrorismo”, com atos de ameaça ao povo, “incendiando ônibus e promovendo o terror na cidade”. Os vereadores criticaram ainda o Sindicato das Empresas de Ônibus que, segundo eles, afirmou, por meio de seu presidente, que não vai repor a frota substituindo os veículos destruídos. “Mais lamentável que o terrorismo é o Setra falar que não vai repor os ônibus incendiados e deixar os clientes pagarem o pato”, afirmou um parlamentar que votou a favor do pedido de informação.

Os pedidos foram feitos por meio dos Requerimentos de Comissão 668/20 e 669/20, aprovados por unanimidade. Já RC 670/20, direcionado ao Gabinete do Prefeito e que trata do mesmo assunto, foi rejeitado. Para os vereadores, que votaram contra a solicitação, a BHTrans tem como responder pelo Executivo. “O pedido para a BHTrans já resolve. Não há necessidade de enviar ao gabinete”, explicou um parlamentar.

Compra compartilhada

Outro pedido de informação foi aprovado pela Comissão na reunião desta quinta-feira, por meio do RC 647/20, que solicita informações ao Gabinete do Prefeito a respeito do Programa de Compra Compartilhada de Imóvel, cujo objetivo é subvencionar a “aquisição de moradias por famílias a serem indicadas pelo Poder Executivo”. O programa poderá ser criado com a aprovação do Projeto de Lei 826/19, que tramita em 1º turno na Casa. A Comissão quer saber “de que forma se dará a subvenção com ônus e a subvenção sem ônus proposta pelo projeto” e se “o ônus descrito se refere à Prefeitura ou ao beneficiário do programa”. O PL, de autoria do Executivo, tramita desde agosto de 2019.

Assista ao vídeo da reunião na íntegra.

Superintendência de Comunicação Institucional

24ª Reunião Ordinária - Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário