AUDIÊNCIA PÚBLICA

Na Regional Oeste, descarte ilegal de lixo em linha férrea leva transtorno à comunidade

Tema será debatido em reunião da Comissão de Meio Ambiente e Política Urbana nesta terça (22/5)

sexta-feira, 18 Maio, 2018 - 16:45
Foto: Google Street View

O descarte irregular de resíduos no trecho de Concessão da Linha Férrea CBTU/VLI na Regional Oeste será tema de audiência da Comissão de Meio Ambiente e Política Urbana, nesta terça-feira (22/5), às 10h30, no Hall da Presidência da Câmara Municipal. A reunião foi requerida pelo vereador Gilson Lula Reis (PCdoB) em decorrência de constantes reclamações de quem mora nas proximidades da linha férrea quanto à formação de um grande Iixão na localidade, o que tem gerado impactos negativos tanto ambientais quanto sociais.

O vereador Gilson Reis quer debater a necessidade de retomada das obras do metrô na linha Calafate-Barreiro, a carência de Unidades de Recebimento de Pequenos Volumes (URPVs) na região, bem como a indispensabilidade de realização de campanhas de conscientização da população acerca dos impactos negativos que o descarte de resíduos na linha férrea traz para a comunidade e o meio ambiente.

A ausência de URPVs na região e o fato de as obras do metrô estarem inconclusas são fatores que acabam por potencializar o uso da área para o descarte ilegal de resíduos. Além de colocar em risco o transporte de cargas por trilhos que acontece naquela região, o acúmulo de lixo traz uma série de problemas para os moradores, como poluição ambiental, mau cheiro e proliferação de animais que colocam em risco a saúde humana.

Foram convidados a participar da audiência pública representantes da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU); da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU); da Administração Regional Oeste; da VLI Logística, que detém a concessão da via férrea; do Movimento dos Carroceiros; do Sindicato dos Metroviários de BH; e de associações de moradores.

Superintendência de Comunicação Institucional