INSTALAÇÃO DE ROTATÓRIAS

Moradores do Planalto e Itapoã pedem intervenções para segurança no trânsito

Falta de recursos é o principal problema para viabilizar soluções rápidas

terça-feira, 17 Setembro, 2019 - 19:15
Foto: Bernardo Dias / CMBH

A infraestrutura viária de bairros localizados nas Regiões Norte e Pampulha não acompanhou a expansão imobiliária ocorrida após a transferência da sede do governo do Estado para a Cidade Administrativa, e acarretou uma série de problemas pontuais. Nesta terça- feira (17/09),  a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário vistoriou ruas dos Bairros Planalto e Itapoã que, segundo moradores, precisam de intervenções para garantir mais segurança para motoristas e pedestres. As visitas técnicas foram solicitadas pela presidente da Câmara de BH, vereadora Nely Aquino (PRTB).

Bairro Planalto

O primeiro local vistoriado pela Comissão foi no Bairro Planalto, nas conjunções das Ruas Nilo Aparecido Pinto e Marechal Rondon e Av. General Olímpio Mourão Filho, que dá acesso à Av. Pedro I, no ponto onde foi construído o Viaduto Guararapes, que desabou em julho de 2014 e não foi reconstruído. O que a comunidade solicita é a instalação de uma rotatória na conjunção das vias e sinalização de trânsito para veículos e pedestres.

 Segundo a analista de Transporte e Trânsito da BHTrans, Kamilla Oliveira Silva, “desde 2015 já existe um projeto que prevê uma rotatória no local, mas que contempla outras áreas que também foram afetadas pelo que aconteceu com o viaduto”. Ela informou que parte do projeto para o local foi realizado, como o acesso à av. Pedro I, canteiros e que talvez tenham que ser feitas “algumas adequações” para dar sequencia nas intervenções.

A coordenadora da Regional Pampulha, Neuza Fonseca, disse que a dificuldade é a liberação de recursos e que não existem problemas técnicos para atender a demanda da comunidade do Bairro Planalto.  A vereadora Nely Aquino informou que vai “correr atrás” dos recursos necessários para realizar a obra. “Vou atuar em conjunto com vereador Dr. Nilton (PROS), que também foi demandado pela comunidade para este problema”, concluiu. 

Bairro Itapoã

A segunda visita da Comissão foi no Bairro Itapoã, na confluência das Ruas Professor Baeta Viana e Honorina Esteves Gianetti, próximo à Igreja Nossa Senhora da Misericórdia. Aqui também a comunidade reivindica a implantação de uma rotatória e sinalização de trânsito para veículos e pedestres.

Segundo moradores, a região se transformou num “corta caminho”, especialmente nos horários de pico, para quem se dirige a Venda Nova e outros bairros próximos. Segundo o conselheiro econômico da paróquia, Kennedy Caetano Pereira, é também preciso ampliar a sinalização de trânsito nas ruas situadas em torno da Igreja e a instalação de redutores de velocidade, em função do aumento do fluxo de veículos que circulam pelo bairro.

A gerente da BHTrans Noroeste Pampulha, Maria Inês Franco, informou que não existe nenhum projeto para o local e ficou de verificar o que é possível fazer “de imediato” para atenuar o problema, até que se encontre uma solução definitiva. Informou também que não é possível definir, “no momento”, prazo para a elaboração do projeto.

Nely Aquino disse que está empenhada para buscar uma solução o mais rápido possível, mas enfatizou que “aqui vamos começar do zero. Primeiro o projeto, depois os recursos e a execução das obras”.

Superintendência de Comunicação Institucional

Visita técnica para verificar a viabilidade técnica para implantação de rotatória na conjunção da Rua Professor Baeta Viana e Rua Honorina Esteves Giannetti - Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário