COMPLEXO ESPORTIVO

Vereadores querem garantir a revitalização da Praça do Confisco

Em visita parlamentar, moradores da região afirmam que querem contribuir com a preservação do espaço

quinta-feira, 8 Agosto, 2019 - 12:00
Foto: Bernardo Dias/ CMBH

A necessidade de revitalização do complexo esportivo da Praça do Confisco, reivindicada pelos moradores da região, foi verificada, nesta quinta-feira (8/8), pela Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo. Requerida e acompanhada pelo vereador Carlos Henrique (PMN), a visita técnica, que contou com a presença de representantes da Prefeitura de Belo Horizonte, detectou a falta de manutenção nas quadras, no campo e no seu entorno.

De acordo com Carlos Henrique, é importante que as melhorias no espaço sejam realizadas para que a comunidade possa utilizá-lo com qualidade e mais segurança. “Além das demandas encaminhadas para a Secretaria de Obras e Infraestrutura relacionadas à manutenção do campo, do alambrado, das quadras, da iluminação, do canal por onde passa a água da mina e dos banheiros, e dos guarda-corpos (localizados próximo à Rua Aracy Guimarães Rosa), será solicitada à Guarda Municipal uma maior atenção à Praça”, afirmou diante das reclamações dos moradores de depredação dos equipamentos por parte de pessoas em situação de rua e usuários de drogas.

Segundo o engenheiro da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), Rosemar Gea, “hoje mesmo será concluído relatório detalhado com os problemas que foram verificados na Praça e encaminhado ao secretário de Obras, Josué Valadão. O mais complicado aqui é a iluminação do campo, que deve ter sua necessidade avaliada e justificada junto com a Secretaria de Esportes e Lazer. As demais intervenções são pontuais e de baixo custo”, garantiu. Após a entrega do relatório, o vereador Carlos Henrique anunciou que irá pedir uma agenda com Valadão para saber sobre a previsão de realização das melhorias.

A expectativa do morador do Bairro Confisco e representante do Grêmio Recreativo da Juventude (Greju), José Antônio Silveira, ou pastor Toninho, como é conhecido na região, é que, “depois que a situação for organizada, queremos trazer pra cá uma oficina de educação ambiental. Já até conversei com a Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica sobre essa possibilidade. Vamos ajudar na preservação do espaço!”, informou. “Com a conscientização da comunidade, isso fica mais fácil”, ressaltou Carlos Henrique.

Também participaram da visita parlamentar representantes da Coordenadoria de Atendimento Regional Pampulha, da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) e da Secretaria Municipal de Educação.

Área verde

Com aproximadamente 28 mil m², a Praça do Confisco, considerado um parque urbano, foi implantada em 1999, com recursos do Orçamento Participativo, em área originalmente pertencente ao Estado de Minas Gerais. Localizado nas proximidades da então Fundação Zoobotânica (hoje Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica), o espaço possui três nascentes que abastecem a Lagoa da Pampulha, cobertura vegetal arbórea, composta por mangueiras antigas, eucaliptos, jaqueiras e ingás, duas quadras poliesportivas, um campo de futebol e espaços de convivência.

Superintendência de Comunicação Institucional

Visita técnica para verificar a necessidade de ações de revitalização da Praça/Complexo esportivo Confisco - Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo