SEMINÁRIO

Segurança e direitos das juventudes negras e pobres em pauta na Câmara

Evento vai ouvir propostas da sociedade civil para construção de políticas públicas em áreas como educação, saúde e cultura

segunda-feira, 9 Outubro, 2017 - 13:30
Jovens em manifestação contra o genocídio da juventude negra
Foto: Tomaz SIlva/Agência Brasil

No dia 27 de outubro, a Câmara Municipal irá realizar o seminário Pela Vida das Juventudes. O evento propõe um debate intersetorial sobre políticas públicas para o enfrentamento da violência contra as juventudes negras e pobres em Belo Horizonte. Esse é o segundo seminário da Comissão Especial de Estudo sobre o Genocídio da Juventude Negra, que pretende levantar contribuições para políticas públicas municipais sobre segurança pública cidadã e direitos juvenis. O evento, que é gratuito e aberto ao público, ocorre das 8h30 às 19h, no Hall da Presidência. As inscrições podem ser feitas aqui.

A Comissão Especial de Estudo sobre o Genocídio da Juventude Negra tem como objetivo produzir um relatório com recomendações para o enfrentamento ao genocídio da juventude negra em Belo Horizonte. A comissão tem relatoria da vereadora Áurea Carolina (Psol), é presidida por Arnaldo Godoy (PT) e também integrada pelos vereadores Jorge Santos (PRB), Juninho Los Hermanos (PSDB) e Hélio da Farmácia (PHS).

Requerente do seminário, Arnaldo Godoy esclareceu que o evento vai permitir à administração publica, por meio do diálogo com o parlamento e a sociedade, a construção de políticas de garantia dos direitos juvenis em diversos setores, como a educação, a saúde, a cultura, o trabalho e a diversidade de gênero e religiosa. Ao mesmo tempo, lembrou o vereador, a atividade vai ser uma oportunidade para analisar e discutir as políticas sobre drogas em vigor no país. Destacando que o tráfico está na raiz de parcela importante dos casos de violência contra a juventude, Godoy espera que o seminário abra portas para repensar o tema à luz de uma perspectiva renovada e diferente da chamada “guerra às drogas”, que não estaria demonstrando resultados efetivos.   

Programação

O credenciamento para o seminário será às 8h30, com abertura prevista para as 9h. Às 10h30, “aulão” sobre “Políticas públicas pela vida das juventudes”; às 14h30, dinâmicas de trabalho para propostas e soluções com vista ao enfrentamento dos problemas tratados; às 18h, o seminário será encerrado com performance cultural.

Superintendência de Comunicação Institucional