CENTRO DE SAÚDE

Em visita técnica, comissão pede ações contra falta de medicamentos e pessoal

Já a qualidade dos serviços prestados pelas equipes foi elogiada; relatório será encaminhado à Secretaria Municipal de Saúde e à PBH 

terça-feira, 31 Outubro, 2017 - 15:00
Vereadores são recebidos por
Foto: Rafa Aguiar / CMBH

A Comissão de Saúde e Saneamento realizou, na manhã desta terça-feira (31/10), visita técnica a dois centros de saúde na Região Norte: Floramar e Jardim Guanabara. O trabalho, que é parte da rotina do colegiado, tem como objetivo conhecer de perto a estrutura e a qualidade dos atendimentos prestados aos usuários. Autor do requerimento para a atividade, o vereador Cláudio da Drogaria Duarte (PMN) registrou as demandas de infraestrutura e de recursos humanos e elogiou o serviço realizado pelos profissionais das unidades. Relatório com as principais necessidades apuradas será encaminhado à Secretaria Municipal de Saúde e à PBH. 

O Centro de Saúde Floramar, localizado em bairro de mesmo nome, conta com três equipes incompletas do Programa Saúde da Família (PSF), com déficit de Agentes Comunitários de Saúde (ACSs), responsáveis por realizar visitas domiciliares com fins de prevenção e pela orientação e acompanhamento da saúde dos moradores, encaminhando-os para o agendamento de consultas e tratamentos, quando necessário.

Com 10 mil usuários cadastrados, a unidade também disponibiliza duas equipes completas de saúde bucal, além de atividades e atendimentos programados do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), com profissionais de nutrição, farmácia, psicologia, fisioterapia, fonoaudiologia e educação física.

Gerente do equipamento, Sandra Silva apontou alguns problemas pontuais, como a demora na reposição de determinados medicamentos e reparos estruturais, principalmente nas instalações elétricas e hidráulicas. Outra demanda apresentada pela gestora da unidade é a necessidade de uma sala para atendimento da equipe de enfermagem, que atualmente é compartilhada com a de exames de eletrocardiograma.

Membro da Comissão de Saúde, o vereador Catatau (PSDC) defendeu a pronta correção dos problemas verificados no local, destacando seus impactos negativos no bem estar dos pacientes. Ao mesmo tempo, o parlamentar elogiou o trabalho da equipe, que foi bem avaliado pelos usuários.

C.S. Jardim Guanabara

O Centro de Saúde Jardim Guanabara atende cerca de 400 pessoas ao dia, em um universo de abrangência que gira em torno de 15 mil usuários cadastrados e três mil informais. O equipamento possui quatro equipes de Saúde da Família, além de uma equipe transitória. Apesar de já estar autorizada, a unidade vem encontrando dificuldades na contratação de um pediatra, devido à baixa oferta de profissionais no mercado. 

Segundo a gerente da unidade, Flávia Beatriz Viana, o equipamento também conta com três equipes completas de saúde bucal, além de equipe de apoio composta por enfermeiro, psicólogo, fonoaudiólogo, assistente social, nutricionista e educador físico.

A falta de segurança foi o ponto destacado pelos funcionários e usuários. Sem porteiro e com a presença intermitente da Guarda Municipal, funcionários se queixam da constante sensação de vulnerabilidade. Outro problema apontado pela gestora da unidade é a falta de medicamentos, curativos e insumos.

Encaminhamentos

De acordo com Cláudio da Drogaria Duarte, será elaborado um relatório com apontamentos acerca da atual situação de funcionamento das unidades de saúde visitadas. O objetivo é identificar os pontos críticos e contribuir para a solução dos problemas percebidos, em diálogo com a Secretaria Municipal de Saúde e com a PBH.

Superintendência de Comunicação institucional

[flickr-photoset:id=72157686805725512,size=s]