RESTAURANTES POPULARES

Comissão confirma qualidade das unidades do Centro e da área hospitalar

Em visita técnica, vereador constatou o rigor no controle sanitário, a exemplo do que foi verificado em Venda Nova

terça-feira, 6 Junho, 2017 - 16:00
Foto: Divulgação CMBH

Em visita técnica nesta terça-feira (6/6) aos restaurantes populares I (Herbert de Souza) e II (Josué de Castro), situados próximo a rodoviária e no Bairro Santa Efigênia, respectivamente, a Comissão de Saúde e Saneamento registrou o alto padrão de funcionamento das unidades, desde a produção até a dinâmica de distribuição dos alimentos. Na semana passada, o restaurante de Venda Nova recebeu o colegiado, que encontrou a mesma qualidade da comida e do atendimento ao público.

Completando 24 anos, o Restaurante Popular I “Herbert de Souza” é o primeiro e o maior entre as quatro unidades existentes na cidade, no que se refere a capacidade e atendimento. O restaurante abastece a unidade de Venda Nova, servindo café da manhã, almoço e jantar e totalizando 2000 refeições diárias. O Popular I atende a um número significativo de pessoas em situação de rua por dia: 250 no café da manhã, 600 no almoço e 265 no jantar. A unidade ainda transporta 480 refeições por dia para o Albergue Tia Branca, no Bairro Esplanada, Região Leste, que atende à população de rua e a imigrantes, inclusive nos finais de semana e feriados.

Segundo o chefe da Divisão de Manutenção de Próprios da Sudecap, Cleber Alves Pinto, foi encaminhado, pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar, relatório acerca da necessidade de pequenas intervenções na unidade, como a troca de torneiras nos banheiros, de vasos e calhas, solicitando-se a elaboração de uma planilha orçamentária para a manutenção de material.

De acordo com a secretária municipal adjunta de Segurança Alimentar,  Darklane Dias, a unidade vem estudando a possibilidade de abrir o equipamento aos sábados e domingos no hipercentro, em função da demanda, devendo-se avaliar, para tanto, o impacto financeiro da medida. Os funcionários do Restaurante Popular “Herbert de Souza”, que totalizam 103, passam por treinamentos periódicos, visando a qualidade de vida tanto do usuário quanto do trabalhador. Quanto à manutenção, estão sendo contratados serviços de limpeza de caldeira na unidade.

Restaurante Popular II “Josué de Castro”

Completando dois anos de reabertura, o Restaurante Popular II serve cerca de 2500 almoços por dia. Devido à localização, o Restaurante “Josué de Castro” apresenta um público diversificado  - familiares de pacientes internados em hospitais da região, trabalhadores do entorno e usuários da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Cerca de 275 pessoas em situação de rua são atendidas diariamente na unidade, que possui  67 funcionários. Duas mil toneladas de refeição são servidas por dia no restaurante, sendo todos alimentos assados, com a utilização de tempero natural. O sistema de exaustão (coifa) funciona bem, com ventilação satisfatória.  

Na visita, foi mostrado como é feita a esterilização de bandejas, a higienização da cozinha, o preparo e corte de carnes, o preparo de saladas e cereais, o armazenamento para transporte e a refrigeração dos alimentos. O cardápio é alterado semanalmente por nutricionistas e a unidade produz o pão consumido no café da manhã. Além disso, hortifrutigranjeiros são adquiridos diretamente do produtor.

“Está sendo uma grata surpresa verificar como funcionam os restaurantes populares e constatar o padrão de qualidade do que é servido nessas unidades”, observou o vereador Cláudio da Drogaria Duarte (PMN), que requereu a visita.

Superintendência de Comunicação Institucional