SUS EM BH

Comunidade reclama de superlotação no Centro de Saúde Tirol

Também foram apontados problemas relativos a manutenção do espaço e à demanda para o agendamento de exames

quarta-feira, 8 Agosto, 2018 - 16:15
Vereador Irlan Melo, usuários e gestores do Centro de Saúde Francisco Gomes Barbosa, no Bairro Tirol, em visita técnica
Taís Alves

Ampliação do espaço físico, manutenção e limpeza de área externa, melhoria da qualidade do material odontológico e recomposição da equipe foram algumas das demandas apresentadas pela comunidade em visita técnica ao Centro de Saúde Francisco Gomes Barbosa, no Bairro Tirol, Regional Barreiro. Ocorrida nesta quarta-feira (8/8), a atividade foi requerida pelo Irlan Melo (PR) e promovida pela Comissão de Saúde e Saneamento.Segundo o parlamentar, os apontamentos serão encaminhados à Secretaria Municipal de Saúde, no intuito de favorecer a resolução dos problemas.

Conforme relatou a gerente do Centro de Saúde Tirol, Fabiana Ribeiro Silva, a unidade conta com quase 24 mil usuários cadastrados, realizando cerca de 700 atendimentos por dia. O posto conta com seis equipes do Programa Saúde da Família (PSF), uma das quais estaria desfalcada em função do licenciamento de um médico e de um enfermeiro.  

Demandas apresentadas

Dentro do posto, constatou-se a necessidade de substituição do telhado, capina do mato e limpeza da área externa. Outro problema apontado foi que o sanitário feminino atende a um público muito amplo, composto por cerca de 90 funcionárias. Foram encontradas também rachaduras na parede da cozinha e os muros precisam de manutenção e pintura. No consultório odontológico, os profissionais se queixaram da qualidade de materiais, como lixa e matriz de aço e apontaram ainda a faltam de produtos simples, como fio dental, escovas, luvas, carbono e gesso.

Conforme salientou a diretora da Administração Regional de Saúde Barreiro, Silvana Leite, o posto carece de recursos para o custeio mensal de insumos. Quanto aos medicamentos, segundo ela, está sendo mantida uma média de 85% de abastecimento, ressaltando-se que para os destinados à saúde mental, o abastecimento gira em torno de 90%. No que se refere à segurança do posto, a Guarda Municipal realiza rondas diariamente no local, em horários variados.

De acordo com a gestora, a Regional recebeu a demanda de construção de um anexo, para a incorporação de alguns dos consultórios. Ela ressaltou que é de suma importância a redistribuição dos serviços do posto, de modo a evitar a excessiva concentração de pessoas em área como a recepção, espaço que funciona como sala de espera, agendamento e vacinação. 

Comunidade

Na visita, os moradores se queixaram da falta de espaço físico, da falta de médicos para consultas especializadas e da demora para a marcação de exames especializados. O presidente da Associação Tirol Ativo, Edson Amorim Resende, falou da importância da participação da equipe de promoção da saúde na discussão dessas demandas.

Fazendo um balanço do encontro, o vereador Irlan Melo, que requereu a visita, comentou as demandas comunidade, apontando como a principal delas a mudança de layout na entrada do posto, onde funciona a recepção. Também apontou questões pontuais, como telhas danificadas, mofo e trincas, má qualidade dos materiais utilizados pelo serviço odontológico e falta de profissionais, que serão encaminhadas pela Comissão de Saúde e Saneamento à Secretaria Municipal de Saúde. “Quero ressaltar a importância da participação da comunidade na visita técnica, considerando que eles é que são os usuários dos serviços”, concluiu.

Superintendência de Comunicação Institucional

Em atendimento às restrições previstas na legislação eleitoral, os conteúdos noticiosos publicados neste portal e nas redes sociais da Câmara de BH deixarão de mencionar nomes de vereadores que disputarão cargos na próxima eleição. As limitações ocorrerão no período de 7 de julho a 7 de outubro de 2018.