ORDEM E DECORO

Dr. Célio Frois é designado corregedor da Câmara pelos próximos dois anos

Designação, assinada pela presidente Nely Aquino, foi publicada no DOM desta sexta. Médico, o vereador está no seu primeiro mandato 

sexta-feira, 29 Janeiro, 2021 - 13:15
Foto: Bernardo Dias/CMBH

Auxiliar a presidência na manutenção do decoro, da ordem e da disciplina e apurar qualquer fato relativo ao exercício do mandato, em defesa da dignidade parlamentar e institucional. Essa é a principal atribuição do corregedor da Câmara Municipal de Belo Horizonte, função que será desempenhada nos próximos dois anos pelo vereador Dr. Célio Frois (Cidadania), designado pela presidente Nely Aquino em portaria publicada no Diário Oficial do Município (DOM) desta sexta-feira (29/1).

Segundo Frois, a designação foi uma deferência em meio a tantos vereadores aptos a exercer o cargo. “Agradeço a confiança da presidente Nely e dos demais membros da Mesa depositada em meu nome para exercer um cargo de tamanha importância. Cabe à corregedoria apurar responsabilidades e propor sanções cabíveis em caso de excesso passível de repressão disciplinar cometido por algum vereador ou vereadora. É uma tarefa de grande responsabilidade, mas tenho certeza que temos um grupo de 41 vereadores responsáveis e comprometidos com a ética e a moralidade pública. Estou certo de que a corregedoria da Casa terá uma ação muito tranquila nessa legislatura”, afirmou o vereador.

Para o novo corregedor, é importante que o trabalho seja feito em harmonia com os demais vereadores e partidos que compõem a atual legislatura. “Espero ser um orientador e mediador, pois dentro de qualquer parlamento encontramos pluralidade de convicções político partidárias e é importante que o Regimento Interno e o decoro parlamentar não sejam atropelados no calor das discussões. Estou convicto que nessa legislatura não vamos ter nenhuma intercorrência de natureza grave”, salientou Dr. Célio.

O vereador

Célio da Assunção Frois é natural de Belo Horizonte, médico e matemático. Aos 20 anos, tornou-se chefe de gabinete mais jovem da história da Assembleia Legislativa de Minas Gerais e contribuiu com a redação do projeto de lei que criou a Fundação Hemominas. Eleito em 2020 para o primeiro mandato, Dr. Célio Frois é membro titular da Sociedade Brasileira de Cardiologia, atuou no MG Transplantes, foi diretor de Ensino e Pesquisa do Hospital Odilon Behrens e fez parte do corpo clínico do Hospital da Polícia Civil.

Falando sobre a relação entre sua atividade profissional e a função de corregedor, o vereador foi categórico ao afirmar que a característica mais importante para exercer o cargo na Câmara é o diálogo. “O cargo [de corregedor] pode ser exercido por parlamentar de qualquer formação. Nós trabalharemos juntos para que a Câmara seja harmônica respeitando as diferenças e que tenhamos um ambiente de muita tranquilidade”. Segundo o Regimento Interno, o corregedor permanece na função até o “final do mandato do presidente que o designar, somente podendo ser destituído antes em caso de cometimento de falta que justifique abertura de investigação contra ele.”

Superintendência de Comunicação Institucional