GESTÃO 2019/2020

Aproximar a Câmara de BH da população é o principal desafio da nova presidência

Medidas administrativas para reduzir despesas da Casa e projeto de acessibilidade universal do plenário estão entre as prioridades

quinta-feira, 24 Janeiro, 2019 - 20:45
Foto: Abraão Bruck / CMBH

A uma semana do início das atividades legislativas de 2019, a presidente Nely Aquino (PRTB), eleita para comandar a Câmara Municipal de Belo Horizonte no biênio 2019/2020, já definiu prioridades de sua gestão. Despachando assuntos administrativos desde 1º de janeiro e em constante diálogo com os demais integrantes da Mesa Diretora, a presidente tem como principal meta o incentivo à participação popular no processo legislativo. A eficiência no gerenciamento dos gastos da Casa e o retorno das condições de acessibilidade ao Plenário Amynthas de Barros também são prioridades.

“Além de elaborar e aprovar as normas que irão reger a vida do município, e fiscalizar sua aplicação e as ações do Executivo, a Câmara Municipal é a caixa de ressonância dos interesses da sociedade. O vereador é o representante mais próximo do povo, escuta e dá voz a suas demandas”, afirma Nely, ressaltando a importância de fortalecer instrumentos de participação popular, como as audiências públicas, e constituir novos canais, inclusive digitais, que viabilizem o diálogo com o cidadão. Atualmente, por meio do Portal CMBH, o cidadão pode manifestar sua opinião sobre centenas de proposições em tramitação, participar de enquetes e receber notificações sobre o andamento de projetos.

Economicidade

No sentido de racionalizar despesas, a presidente vai analisar a possibilidade de substituição da iluminação do prédio da CMBH por lâmpadas de LED, mais econômicas, além de estudar a reestruturação do sistema de ar condicionado. As medidas poderiam reduzir o valor da conta de luz da Casa, que chega a R$ 100 mil.

Acessibilidade

A gestão de Nely Aquino também pretende implementar um grande projeto de acessibilidade que envolve o interior e o entorno no prédio da CMBH. O Plenário Amynthas de Barros passará por uma nova intervenção para adequar sua arquitetura ao desenho universal, deixando o espaço acessível para todas as pessoas, independente de idade, tamanho, habilidade ou deficiência. O edital de licitação do projeto da obra deve ser lançado em duas semanas. Também as rampas que dão acesso aos plenários do 1º piso (Amynthas de Barros e Juscelino Kubitschek), localizadas nos corredores, passarão por reforma para redução do grau de inclinação. Com projeto pronto, essa obra está em fase de licitação.

As calçadas de acesso à Câmara também serão reformadas. Com licitação do projeto já concluída, as intervenções incluem rampas de acesso para cadeirantes, demarcação com piso tátil e regularização da superfície. A Casa aguarda liberação dos órgãos de controle da Prefeitura para licitar a obra.   

Superintendência de Comunicação Institucional