BAIRRO NOVA GRANADA

Declividade acentuada dificulta construção de rampa na Rua França

Comunidade revindicou abertura de via e intervenções para assegurar a acessibilidade de pessoas com deficiência

quarta-feira, 18 Abril, 2018 - 13:15
Vereador Carlos Henrique e Marcos Vinicius da Silva, da BHTrans, em visita técnica a cruzamento de vias no Bairro Nova Granada
Marcelo Menezes

Após receber demandas da comunidade, que solicita medidas para melhoria da acessibilidade, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário realizou, nesta quarta-feira (18/4), visita técnica ao cruzamento entre as ruas França e Conselheiro Joaquim Caetano, no Bairro Nova Granada, Região Oeste da capital. O objetivo foi vistoriar um barranco com uma extensa e inclinada escada, que segundo os moradores dificulta o acesso de pessoas com deficiência. A comunidade reivindica a construção construção de uma rampa para abertura de uma rua nesse trecho. No local, em diálgo com moradores e a BHTrans, a Comissão constatou que a intervenção é inviável, devido ao declive acentuado e ao custo da obra. Entretanto, em função da falta de sinalização e do risco de acidentes, o colegiado propôs a instalação de uma mureta de proteção no início da via. A atividade foi requerida pelo vereador Carlos Henrique (PMN). 

Entraves técnicos

Segundo o assessor da presidência da BHTrans, Marcos Vinicius da Silva, mesmo que fosse realizada a intervenção, devido à grande inclinação do trecho, o trânsto de veículos não seria viável. Outro ponto destacado é que existem residências no entorno e a construção de uma rampa inviabilizaria o acesso dos moradores.

Ele ressaltou, ainda, que o rebaixamento da rua teria um custo muito alto, impactando estruturas subterrâneas, como as de telefonia e de água.

Conforme concluiu o vereador Carlos Henrique, a abertura da via não resolveria o problema de acesso de pessoas que fazem uso de cadeiras de rodas, nem tampouco dos motoristas. Salientando que dará esse retorno à comunidade, o vereador salientou o custo elevado da obra, que dificultaria a sua execução; e que a intervenção ameaçaria, também, a própria segurança da comunidade.

Guard rail

Na oportunidade, o parlamentar defendeu ainda a instalação de um guard rail, mureta metálica de proteção, no início da Rua França, no intuito de eliminar o risco de acidentes. “Os veículos que vêm da rua de baixo não têm noção da existência de um barranco logo adiante e que a Rua França não é asfaltada e podem acabar saindo da pista”, alertou.

Superintendência de Comunicação Institucional