AUDIÊNCIA PÚBLICA

Instalação de "catracas seguras" nos ônibus entra em debate na Câmara

Reunião também vai discutir condições de funcionamento dos veículos e os motivos para os altos indices de evasão

sexta-feira, 15 Dezembro, 2017 - 13:45
Foto: Breno Pataro / Portal PBH

Conforme dados do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setra-BH), o índice de evasão nos coletivos representa entre 5% e 50% do movimento diário, dependendo do trajeto, do horário e da região. Os motivos do não pagamento de passagens, bem como as condições dos serviços e dos veículos de transporte público da capital serão discutidos em audiência pública a ser realizada pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário. Requerida pelo vereador Pedro Patrus (PT), a atividade ocorre na próxima terça-feira (19/12), às 10h, no Plenário Helvécio Arantes.

Além do aumento no índice de evasão nos transportes coletivos da capital, pesquisa feita pela Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) aponta que, em 2016, houve uma queda de 8,2% de usuários de ônibus em todo o país.

De acordo com Patrus, o objetivo da audiência é discutir as condições de funcionamento do transporte público da capital, principalmente no que se refere ao significativo aumento da evasão, às gratuidades concedidas, à instalação de “catracas seguras”, bem como apurar as condições dos serviços e dos veículos, como forma de atentar para os direitos e a dignidade dos usuários.

Foram convidados para a audiência representantes das Secretarias Municipais de Governo e de Política Urbana, da Setra-BH, da BHTrans, da Associação dos Usuários de Transporte Coletivo da Grande BH (AUTC) e do Movimento Tarifa Zero.

Superintendência de Comunicação institucional