SINDSLEMBH

Sindicato é recebido por presidente da CMBH

Sindicato é recebido por presidente da CMBH A diretoria do Sindicato dos Servidores do Legislativo do Município de Belo Horizonte (SINDSLEMBH) foi recebida pelo presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte, vereador Léo Burguês (PSDB), nesta quinta-feira, 20 de janeiro. Na oportunidade, a diretoria executiva do SINDSLEMBH foi apresentada ao presidente e foram discutidos assuntos de interesse dos servidores, como a interlocução entre o Sindicato e a Mesa Diretora da CMBH.

Sindicato participa de evento para criação da FENALEGIS

28/10/2009
Evento para criação da FENALEGIS Durante reunião realizada na Câmara Municipal de Belo Horizonte, no dia 26 de outubro,  com representantes de diversos sindicatos do País foi criada a FENALEGIS (Federação Nacional dos Servidores do Legislativo e Tribunais de Contas Municipais), entidade que poderá representar mais de cinco mil cidades. 

Os sindicatos têm a finalidade de defender os direitos e interesses, coletivos ou individuais, de uma categoria profissional, manter serviços de orientação sobre direitos trabalhistas além de zelar pela moralidade da Administração Pública. Assim, com a criação da FENALEGIS, o maior ganho será para os servidores que terão uma forte representação nacional num momento em que é importante resgatar a imagem do funcionário público junto à sociedade, melhorar os serviços públicos e conquistar o apoio da comunidade criando um ambiente favorável para reivindicações da categoria.

O Sindicato dos Servidores do Legislativo Municipal de Belo Horizonte (SINDSLEMBH) teve papel preponderante com a indicação, para cargos da nova FENALEGIS, dos servidores Marcos Belchior Ferraz Trindade, atual presidente do Sindicato;  Jacinto Teodoro da Silva para 1° tesoureiro; e Márcio Thadeu Pires, no cargo de vice-presidente da região Sudeste.

Estiveram também presentes os representantes do SINDLEX  (Sindicato dos Servidores da Câmara Municipal e do Tribunal de Contas de São Paulo), que indicou Antônio Carlos Fernandes Lima Júnior para a presidência da nova federação; do SINFPOL (Sindicato dos Funcionários do Poder Legislativo de Campinas); do SINDILEGIS Ceará (Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal do Tribunal de Contas da União) e do SINDICÂMARA (Sindicato dos Servidores da Câmara Municipal de Porto Alegre).

Durante o encontro, ficou decidido que o estatuto da Federação será referendado dia 13 de novembro de 2009 durante assembleia geral. A FENALEGIS terá foro na cidade de Brasília e sede na cidade em que residir seu presidente.

Informações na Superintendência de Comunicação Institucional (3555-1105/3555-1445).

Nova sede do SINDSLEMBH é inaugurada

06/10/2008
Nova sede do SINDSLEMBH é inaugurada A nova sede social do Sindicato dos Servidores do Legislativo do Município de Belo Horizonte (SINDSLEMBH) foi inaugurada na última sexta-feira, 3 de outubro.

O Sindslembh foi criado em 2006 por iniciativa da diretoria da antiga Associação dos Servidores do Legislativo do Município de Belo Horizonte (ASLEMBH), visando a melhoria nas condições de vida e de trabalho de seus representados.

“A criação do sindicato, assim como a mudança para a nova sede vieram trazer mais força para a luta em favor dos servidores”, afirmou Marcos Trindade, presidente do SINDSLEMBH. Até 2006, os servidores eram representados pela ASLEMBH, que funcionava dentro do prédio da Câmara Municipal de Belo Horizonte.

“Porém, a associação não tem a mesma força de representação que o sindicato, que é reconhecido pelo Ministério do Trabalho, para a defesa dos interesses e reivindicação dos trabalhadores”, completou Marcos Trindade.

O presidente explicou ainda que o novo local foi escolhido devido à sua localização, por estar próximo dos filiados. A nova sede fica na Rua Tenente Anastácio Moura, ao lado da CMBH. “Escolhemos este local como uma forma de facilitar o acesso ao servidor, para que ele se sinta integrado, participe das reuniões e traga suas reivindicações e sugestões.

Além disso, criamos um espaço de convivência para aproximar os filiados”, disse Marcos. O SINDISLEMBH também funcionou temporariamente, depois de sua fundação, em um espaço cedido na Câmara Municipal.

Informações na Superintendência de Comunicação Institucional (3555-1105/3555-1216).

Servidores da Câmara Municipal já têm sindicato

26/09/2007
O Sindicato dos Servidores do Legislativo do Município de Belo Horizonte (Sindslembh) terá sede própria no mês de outubro. Segundo o presidente da entidade, Marcos Belchior Ferraz Trindade, o funcionamento do sindicato depende de uma sede legal e, por isso, foi convocada uma assembléia dos filiados, que aprovou a compra de uma casa na rua Tenente Anastácio de Moura, 99, no bairro Santa Efigênia.

A primeira diretoria foi eleita, em assembléia geral, para o biênio 2007-2009 e é composta pelos seguintes membros: presidente, Marcos Belchior Ferraz Trindade; vice-presidente, Márcio Thadeu Pires; primeira secretária, Helenice Guedes Santana; segundo secretário, Luiz Bento da Silva Filho; e primeiro tesoureiro, Jacinto Teodoro da Silva.

Para se filiar ao Sindslembh o servidor, amplo ou efetivo, deve preencher um formulário e enviá-lo ao sindicato. O desconto em folha é de R$ 10 por mês. Os terceirizados não podem se filiar porque já pertencem a outro sindicato. Também é vetada a filiação dos vereadores porque, neste caso, eles são considerados empregadores.

História

A luta pela formação do sindicato começou em 2002, mas somente em outubro do ano passado ele foi reconhecido pelo Ministério do Trabalho. Isso porque o Sindicato dos Servidores Municipais de Belo Horizonte (Sindibel), que era a entidade que representava os servidores da Câmara, entrou com várias ações na justiça contra a criação do Sindslembh.

A discussão só foi interrompida após a sentença de um juiz do Ministério do Trabalho, alegando que o Legislativo Municipal é um poder autônomo, e por isso os servidores não poderiam ser representados por um sindicato ligado a outro poder - no caso, o Executivo.

Atualmente, o Sindicato dos Servidores do Legislativo do Município de Belo Horizonte conta com 60 filiados, um número pequeno, segundo Marcos Belchior, se for considerado que a Aslembh possui 600 associados.

O presidente ressaltou, ainda, que a Aslemb oferece serviços que o sindicato ainda não possui: planos de saúde, convênios bancários e comerciais, entre outros. “Mas a partir da inauguração da nossa sede, acredito que o número de filiados irá aumentar, porque o sindicato é mais forte; basta lembrar que na nossa primeira negociação salarial já conseguimos um reajuste de 10% para a categoria. Agora vamos começar uma luta pelo vale-alimentação e plano de saúde”, afirmou.

Mas a associação não vai desaparecer, explica Marcos Belchior: “Ela tem um trabalho social importante, com respaldo dos servidores, e há espaço para as duas entidades atuarem em defesa e crescimento do servidor da Câmara Municipal”.                 

Informações no Sindicato dos Servidores do Legislativo do Município (3555-1242)

Divulgar conteúdo